Wishlist
Precisa de estar autenticado para usar a Wishlist.

Dos 7 aos 8 anos!

Desenvolvimento Psicomotor
A coordenação olho-mão deve estar bem desenvolvida
Tem bom equilíbrio
Pode executar exercícios de ginástica mais complicados tais como piruetas e rodas
As atividades motoras começam a aproximar-se dos desportos convencionais, especialmente nos rapazes
Está “cheio de energia” e sempre pronto a explorar tudo
Pode comer com as mãos e falar com a boca cheia (as regras do mundo dos adultos ainda não são totalmente compreendidas)
É mais frequente apanhar constipações, dores de garganta e outras doenças – na escola está cada vez mais exposto a mais crianças e o seu espírito explorador fá-lo procurar novas locais e pessoas
Tornam-se mais coordenados nas actividades que requerem mais força, e.g. natação ou escalada
Usa facilmente a tesoura
Consegue desenhar um triângulo
Desenha uma pessoa com 12 partes
Usa o lápis para escrever o seu nome

Desenvolvimento Cognitivo e Linguagem
Usa um vocabulário com milhares de palavras
É capaz de ficar atento por períodos cada vez maiores (45 a 60 minutos)
Faz raciocínios e deduções lógicas, ainda que por vezes possam estar errados (por falta de informação ou por incapacidade de perceber o “segundo sentido” das coisas); pode ficar pensativo depois de ouvir ou ver qualquer coisa que julgue interessante
É capaz de entender um raciocínio lógico feito e explicado pelo adulto e de tomar a decisão certa a partir daí (as explicações mais extensas dos adultos começam finalmente a valer a pena o esforço, pois agora a criança já as percebe; antes são na maioria das vezes pouco eficazes!)
Sabe ver as horas, os dias, os meses e as estações do ano
Consegue descrever aspetos similares entre dois objetos
Começa a compreender que as letras representam os sons que formam palavras (um passo muito importante para o avanço na capacidade de leitura e escrita)
É capaz de resolver problemas mais complexos
Começa a ser mais percetível o seu estilo de aprendizagem (o que fornece dicas importantes para pais e professores) - algumas crianças gostam de fazer atividades “de mexer”; outros gostam de trabalhar independente e silenciosamente…
Aprende a distinguir entre realidade e fantasia
Resolve problemas por sua iniciativa e criatividade
Pode desenvolver gaguez quando está sobre stress
Começa a ter memórias organizadas e contínuas
A maior parte das crianças aprende a ler e a escrever autonomamente, embora algumas não consigam até depois dos 7 anos de idade
Consegue resolver simples problemas de matemática recorrendo a objetos (por exemplo contando botões)
Aborda os problemas analisando apenas um fator de cada vez
Tem tendência a falar muito em situações em que se sente à vontade
Começa a ler melhor, mas ainda com dificuldades no ritmo
Continua a ter alguma dificuldade com a ortografia

Desenvolvimento sócio afetivo
Deseja ser perfeito e é bastante autocrítico
Preocupa-se mais; pode ter baixa autoconfiança
Tem tendência para se lamentar; tem fortes reações emocionais
Compreende a diferença entre certo e errado
Segue bem as instruções; apenas ocasionalmente necessita de castigo
Evita e afasta-se dos adultos
Sabe perder e muito raramente culpa os outros
Espera pela sua vez nas atividades
Começa a sentir a culpa e a vergonha
Inicia discussões sobre o que está “bem” e o que está “mal”
Consegue tomar decisões de forma independente
Reconhece e aceita a sua própria identidade de género
Faz ligações e distinções entre sentimentos, pensamentos e acções
Pode culpar a mãe por qualquer coisa que não corre bem. Os rapazes identificam-se fortemente com o pai
Pode não gostar de ser beijada em público, especialmente se for um rapaz (“Afinal já sou crescido!” - Dizem eles)
Pode ajudar nas tarefas domésticas, tais como aspirar ou lavar a louça
A maior parte das crianças compreende que a morte representa o fim e que eles também morrerão um dia – embora elas estejam mais preocupadas com a morte dos seus pais
Vence alguns medos que tinha quando era mais pequeno, mas ainda se aflige com o desconhecido

Voltar à página inicial

Últimas Notícias via Facebook